INICIAÇÃO

Primeiramente, queria pedir desculpa por ter deixado algumas pessoas esperando pelas tão sonhadas dicas de estudo. Acreditem, essas semanas que sucederam a minha aprovação tem sido uma correria tanto no trabalho quanto na questão de correr atrás de exames, treino físicos, documentos, diploma (“tive que chorar muito pra conseguir logo”). Enfim, espero que entendam.

Meu objetivo principal era elaborar primeiro um material bem robusto e entregar só no final, mas como a cobrança está grande, irei começar agora e evoluir o raciocínio depois.

Bom, a metodologia a ser seguida é a de um projeto, como suas principais fases: Iniciação, Planejamento, Execução, Controle e Monitoramento e Encerramento do projeto.

A “receita de bolo” de que falei, nada mais é do que você listar tudo que irá precisar e, em posse disso: planeje, faça o bolo e coma, ou seja, junte todo o material que você vai estudar, crie um esquema de estudos, estude e seja feliz!!! Nada complicado, pelo contrário, se você for disciplinado tudo vai dar certo.

ENTÃO VAMOS LÁ…

INICIAÇÃO

Mesmo para as pessoas que não estão acostumadas com o planejamento de um projeto, acredito que não terão dificuldade. Basicamente é bastante simples e intuitivo. Dividirei os assuntos que irei abordar aqui baseados em um projeto, isso porque foi exatamente o que eu fiz, “sem tirar nem pôr”.

Quando iniciei minha jornada há 2 anos e meio, estava cheio de dúvidas e não encontrava em nenhum lugar um roteiro.  Essa é a etapa mais difícil no nosso projeto rumo a aprovação na EsFCEx, mas queria lhe pedir “calma”, porque existe um ditado chinês que diz :

A mais longa jornada só começa depois do primeiro passo”.


E outro que diz:


“Os primeiros passos são inúteis quando não se percorre o caminho até o fim“.


Ou seja: uma vez iniciado o seu projeto, vá até o fim, porque se for um projeto bem elaborado, você terá o sucesso garantido.

O objetivo principal da “INICIAÇÃO” é você ter o “conhecimento inicial do nosso projeto”. É onde definimos um “FOCO”, no nosso caso, a “APROVAÇÃO NA EsFCEx”.

O primeiro passo para conhecê-lo é levantar todas as suas dúvidas e incertezas sobre o projeto de estudo e correr para conhecer “COMO” iremos “ELIMINAR” essas dúvidas e incertezas.

Essas incertezas fazem parte de todo o ciclo do projeto, mas nosso objetivo é diminuí-las o quanto antes…Dessa forma, teremos os seguintes benefícios:

  • Conhecemos nosso projeto.
  • Conhecemos os riscos existentes.
  • Diminuímos as chances de fracasso.
  • Ampliamos os pontos fortes que temos.
  • Diminuir os pontos fracos da preparação.

Quando iniciei meu projeto, as incertezas eram muitas: quais livros ler, quanto tempo de estudo, quando em dinheiro investir, que nota teria que buscar para garantir minha aprovação e muitas outras que tentarei lembrar aqui. Cada um desses itens podem ser definitivos para o sucesso.

Abaixo, listarei algumas das incertezas que eu tinha no início do meu projeto e quais foram as respostas que obtive. São as que eu lembro, portanto, vou logo avisando que podem existir outras. Quem tiver dúvidas que eu possa sanar, envia, que adiciono neste tópico.

O objetivo disso é mostrar que temos que listar as incertezas e correr atrás de termos nossas próprias respostas antes de passar para a próxima etapa do nosso projeto que será o “PLANEJAMENTO”, com as respostas você pode ajustar seu planejamento a sua realidade e ampliar suas chances.

Quais eram minhas dúvidas no inicio do meu projeto:

Quanto tempo precisaria para ser aprovado?

Quais as melhores bibliografias para ler?

Quais livros ler primeiro, conhecimentos gerais ou a específica?

Qual o tempo dedicado a cada assunto?

Quanto gastar com livros?

Não tenho grana, existem alternativas?

Vale a pena gastar dinheiro comprando todos os livros exigidos quando podemos investir?

Como poderei saber se estou no caminho certo?

Quais são os materiais complementares aos livros (vídeos, sites)?

Faço curso presencial ou estudo sozinho mesmo?

Não tenho muito tempo para estudar por conta do trabalho e faculdade o que faço?

Como eu faço para não perder tempo precioso de estudo?

RESPOSTAS


Quanto tempo precisaria para ser aprovado?

A prova da EsFCEx é peculiar. Diferentemente de todos os outros concursos, as disciplinas de CG (conhecimento gerais) exigem bastante conhecimento sobre Geografia/História do BRASIL, Português e Idiomas. Isso é muito bom, porque se seu objetivo é a EsFCEx, tenha certeza que você terá uma concorrência efetiva de apenas uns 10% da concorrência. Não importando se aumentou ou diminuiu  a concorrência de um ano para o outro. Os outros 90% da concorrência não atingirão os índices nas provas de CG.

Meu projeto eu iniciei sabendo que duraria dois ciclos de estudos (2 anos). Quando estava à procura de informações sobre como era a aprovado da EsFCEx, vi o quanto as pessoas falavam sobre as dificuldades das diversas disciplinas. E como é no início de todo o projeto que temos que conhecer e “ELIMINAR” as incertezas, então, me perguntei, será que eu conseguirei estudar para passar nessa prova em 1 ano?

Como conhecia minhas limitações, sabia que a resposta era “NÃO”. Sempre estudei em escolas públicas, fiz supletivo do 2º grau (apelei, rssrs), tinha passado muitos anos sem estudar nada… Então, não haveria milagre, mas se você me perguntar: Emanuel, eu tenho uma ótima formação, sempre estudei em colégios particulares e sempre estive entre os melhores alunos no colégio e na faculdade, conseguirei passar na 1ª tentativa? A resposta com certeza está com você! É você que se conhece melhor do que eu, se você for “safo” nos estudos, você tem uma pequena vantagem, mas isso não garante nada, para garantir mesmo faça um projeto realista. Pela experiência que tive, existem muitas pessoas que são muito boas e ainda não conseguiram passar na prova da EsFCEx.

A banca do concurso da EsFCEx elabora sempre uma prova que tem o objetivo de dar mais chances aos candidatos que desejam realmente seguir carreira militar, ou seja, que tem vocação. O Exército já deve ter tido bastantes experiências com militares que entram nos quadros do QCO e depois se arrependem quando se deparam com a realidade militar, disciplina, integridade, responsabilidade extremada com suas obrigações, horários, etc…

Sempre acreditei que a prova da EsFCEx diferente das outras, Marinha e Aeronáutica, cobram muito as disciplinas de História e Geografia do BRASIL por 2 motivos muito louváveis:

O Primeiro motivo, como já citei, a prova de CG elimina os candidatos que não têm o compromisso real em ser OFICIAL DO EXÉRCITO BRASILEIRO, porque, ao meu ver é inconcebível um militar não conhecer a história do seu país e não reconhecer em que contexto a instituição se enquadra na história. Não consigo entender porque as outras 2 forças não exigem conhecimento sobre a História e Geografia do Brasil em seus concursos, será que não se preocupam que seus militares conhecem o BRASIL e saibam o que estão defendendo?

O segundo motivo, acredito eu, que a prova de CG é uma ótima estratégia para dar um justo equilíbrio entre os candidatos civis e militares. Tradicionalmente, os militares do EXÉRCITO BRASILEIRO conhecem o BRASIL, sua história e geografia com muito mais propriedade. Desta forma, acaba permitindo um equilíbrio entre civis e militares, do contrário, as chances dos militares estariam um pouco mais limitadas, devido aos chamados “concurseiros profissionais”. Acaba que se não existissem essas disciplinas de CG, os candidatos “concurseiros profissionais” dominariam as aprovações e injustamente os candidatos que já são militares e muito mais preparados para o OFICIALATO teriam muito mais dificuldades, ainda veriam muitos militares de origem civil sendo formados na EsFCEx para em seguida (5 anos no mínimo), deixarem o EXÉRCITO porque passaram em outros concursos, por isso, acho justíssima essa estratégia.

Ser aprovado em menos ou mais tempo depende de um bom planejamento. Lá na frente irei falar um pouco sobre como foi o meu, mas agora, vamos conhecendo nosso projeto.

Quais as melhores bibliografias para ler?


HISTÓRIA DO BRASIL

Os livros que li foram:

História do Brasil – Koshiba(7º Ed. – 2006)

História do Brasil – Boris Faustos(13º Ed. 2008)

Raízes do Brasil – Sergio Buarque de Holanda(26º Ed. 1995)

Formação Econômica do Brasil – Celso Furtado(16º Ed. 1997).

A  T  E  N  Ç  à O  !

Esses livros são de leitura obrigatória, dê um jeito de consegui-los, são literaturas de fácil acesso.

Lá na frente, falaremos como estudá-los, mas por hora saiba que esses caras aprovarão você.

GEOGRAFIA DO BRASIL

Geografia do Brasil – Demétrio Magnoli(2º Ed. 2005)

Geografia do Brasil – Eustáquio de Sene(2º Ed 1998)

Geografia Gerale do Brasil – Melhem Adas(3º Ed 1998).

Esses são os livros que agregaram maior valor aos meus estudos, porque foram os que mais me identifiquei e olha que apenas o do Eustaquio de Sene é que está na bibliografia, os demais foram dicas de colegas. O Livro Melhem Adas é adotado nos colégios militares, consegui emprestado com uma ex-aluna. É muito bom mesmo. Todos esses 3 são suficientes pra tirar uma boa nota na prova de geografia. Eles são encontrados com facilidade com amigos e em qualquer sebo.

Somente na fase de “PLANEJAMENTO” entraremos com mais detalhe sobre como utilizar essas bibliografias de forma organizada para otimizar seus estudos, por hora, consiga-os.

PORTUGUÊS

Moderna Gramática Portuguesa – Bechara (Bibliografia Indicada pela EsFCEx)(37º Ed 18º reimpressão 2009).

Nossa Gramática – Luiz Antonio Sacconi(19º Ed. 1994)

Esses livros são muito bons, mas achei melhor o do Sacconi, pois o Bechara é enfadonho demais. Faz um enrolação danada pra uma coisa simples.

Bom, esses livros foram os que li. E li muito, muito mesmo, mas onde consegui absorver mais conteúdo não foram com esses caras não, comprei uns cursos e peguei vídeos na internet que me ajudaram demais. Como português tem muitas regras, é um saco decorá-las, além do mais, sempre tive muita dificuldade em relação a essa matéria (mas muita mesmo!), então., eu aprendia por OSMOSE vendo vídeos. Vou indicá-los abaixo:

Diego Raigorodsky

http://www.youtube.com/watch?v=l_Erd53-aeU&p=2BFC88479A253F76

Acima, apenas um dos vídeos que existem no YouTube, também tem um curso com 6 CDS, comprei, é bom. Existem uns erros de edição, mas no geral é bom.

Vestibulando Digital

O vestibulando Digital era um programa da TV cultura parecido com o telecurso da Globo, mas diferente do Telecurso da Globo que é pura enrolação, o Vestibulando Digital é de fato um curso de alto nível. Principalmente a versão antiga do programa que é década de 80.

http://www.portaldosdvds.com.br/?&secao=listar_produtos&categoria=60105

http://www.portaldosdvds.com.br/?&secao=listar_produtos&categoria=283719

Você pode optar por baixá-los ou assisti-los no YouTube mesmo, mas eu não recomendo por 2 motivos, tá incompleto lá, e as imagens são ruins.

Procurem na internet quem venda os DVDS com a série toda, português, História, Geografia, e Inglês. Comprem tanto do Vestibulando versão antiga quanto da nova versão, anos 90.

Vale muito o investimento, quando me sentia cansado de ler, eu assistia vídeos e assistia muitas, mais muitas vezes mesmo…tanto que considero que esse tipo de aprendizado é por “OSMOSE”,  acabei decorando as falas dos apresentadores só de ouvi-los explicando as regras gramaticais ou passagens da história, geografia….

Essa foi a fonte mais valiosa de toda a minha preparação, pois era onde eu conseguia fixar de fato aquilo que estava aprendendo com os livros.

INGLÊS

Ingles, não tenho livros, mas vou indicá-los ao melhor site de estudos de gramática que encontrei, também um para testar seus estudos.

Aos lado, estou criando links para sites interessantes que me ajudaram na minha preparação, vejam já os links de inglês.

INFORMÁTICA

Para informática, recomendo que vocês deem um jeito de conseguir todas as bibliografias que vocês puderem. A EsFCEx gosta de cobrar algumas passagens de livros, tipo assim, o cara dá um Control-C e Control-V em um determinado conceito, e você só terá uma pequena chance de lembrar se você tiver lido o livro. Por exemplo, caíram várias  questões do tipo “Control-C e Control-V” de conceitos e mesmo eu tendo lido os livros, algumas das questões eram confusas e me induziram ao erro.

Como eu já tinha conseguido juntar todos os livros de T.I quando iniciei meu 2º ciclo de estudo (2010), em fev de 2010, então não pude prever que quando o edital saísse (Junho -2010) haveria mudança de livros recomendados, foi pequena, mais teve. Dos 4 livros novos incluídos na bibliografia, eu decidi não comprar nenhum deles, mas isso me custou bastante, porque acabei perdendo umas 4 questões do tipo “Control-C e Control-V”.  Cada livro da bibliografia faz uma diferença enorme, tenha certeza.

Quais livros ler primeiro, conhecimentos gerais ou a específica?

Comece por conhecimentos gerais, depois vá para específica.

Eu iniciei meu projeto por uma disciplina que adoro, que é história. E fazia muito tempo que não estudava nada, então, como é uma matéria que você precisa apenas ler, daria a mim uma motivação de leitura no início da minha jornada…

Dica: “Não perca seu tempo com datas históricas, aprenda o contexto daquela passagem histórica.”

Português foi a única disciplina que fiz um curso presencial de 1 mês e meio, em agosto/ setembro de 2009, isso porque português sempre fora uma disciplina que eu não gostava. Mas o curso que fiz serviu para quebrar o paradigma que eu tinha. Quem estiver em Fortaleza-CE, eu recomendo o curso da Ritacy Azevedo:

http://www.ritacyazevedo.com.br, é excelente.

Também descobri uma forma de aprender português e suas “regras-decoreba” de forma bem fácil, através de vídeos, por “OSMOSE”, você não faz esforço nenhum a não ser ficar na frente da TV e prestar bastante atenção. Direi as dicas de vídeos que pegue na net e os que comprei. E lá na frente na fase de “PLANEJAMENTO” falaremos sobre como estudar lendo e assistindo aos vídeos.

Qual o tempo dedicado a cada assunto?

A prova da EsFCEx é uma prova diferenciada, já falei isso, então, com que temos que nos preocupar de fato? Acredite, na primeira fase dos seus estudos, “CONHECIMENTOS GERAIS”.

A energia gasta em estudo é grande e, por ter muitas disciplinas envolvidas, é necessário fazer um bom planejamento de estudos.

Minha preparação foi com os pés no chão, sabia desde o início que precisaria de 2 ciclos de estudos, ou seja, 2 tentativas, consequentemente 2 anos.

Trabalho com informática há pouco mais de 10 anos. Nesse tempo, qualifiquei-me bastante e estava acostumado a me preparar para exames de certificações de minha área, fiz dezenas de provas e já estava condicionado a estudos direcionados para aprovação em exames. Para quem é de informática, existem umas certificações profissionais de várias companhias de tecnologia: Microsoft, Cisco, IBM, etc… E mesmo com esse “Condicionamento”, eu sabia que um projeto de sucesso teria que ter no mínimo 2 anos, por isso, planejei cada etapa deste projeto, pois tinha certeza que me dedicando nesse período, o resultado seria alcançado.

No meu primeiro ciclo de estudos, eu dediquei apenas as disciplinas de GERAIS. De fevereiro de 2009 até agosto de 2009. No ultimo mês antes da prova dediquei a assuntos de informática só para não fazer feio na prova, mas o objetivo principal foi alcançado. Em 2009 havia cumprido a missão de aprender bem todas as disciplinas de GERAIS, e fui muito bem nas provas, com notas altas, com exceção de português (rsrss), que apenas fiz o índice mínimo 5/10, nas demais fiz 8/10.

Para o anos de 2010, já tinha um parâmetro muito fiel do que eu precisava, ou seja, dar um reforço em português, manter o conhecimento nas demais disciplinas de CG e focar na prova de informática.

A distribuição de atenção às disciplinas foi uniforme, com exceção de inglês que eu já tinha uma base muito boa por ter feito um curso pra aprender a falar em 2003, fui forçado a aprender inglês depois da decepção de perder uma oportunidade de trabalho na MICROSOFT.

No início dos estudos dedicava 1 mês inteiro a cada disciplina, lia cada livro com muita atenção e sem pressa, já que o objetivo era obter um conhecimento sólido. Então, foi como fazer um cronograma para estudar no mês de “história”, no mês de geografia, no mês de português. Dediquei 1 semana para inglês gramática. Existe um site fantástico de gramática inglesa que quem estuda por ele vai achar a prova da EsFCEx “mamão com açúcar”.

Claro que, como não foi possível ler todos os livros de cada matéria em cada mês, eu passava pra outra matéria, seguia em frente. Exemplo, quando eu estava no mês de Geografia, e conseguia ler 2 livros, não começava um terceiro livro quando sabia que não iria conseguir terminar de lê-lo naquele mês, deixava-o para ler na próxima passada no mês de geografia. Já que eu não começava a ler um livro que eu não conseguiria terminar de ler no mesmo mês eu fazia revisões dos livros que já tinha lido, ou até encarava sacrificar o início da próxima disciplina para terminar um livro.

Para minha preparação o importante era ler sem preocupação, no primeiro ciclo (2009), se eu disser que seguia à risca 1 mês para cada matéria estaria mentindo, às vezes passava disso, 1 mês e meio, mas passava para a próxima matéria quando tinha segurança. Outra coisa, mesmo que se de repente você olhe para trás e não se lembre de algumas coisas que estudou, não tente voltar e perder muito tempo, não se esqueça que você tornará a disciplina em breve e terá a oportunidade de condicionar sua mente a lembrar dos assuntos com mais facilidade.

Quanto gastar com livros?

Bem, essa é uma das partes mais delicadas… É muito difícil você sugerir que as pessoas comprem livros e gastem bastante dinheiro com isso, quando na verdade não tem dinheiro para investir, ainda….

Com exceção das pessoas que estão beirando o limite da idade máxima do concurso e não dispõem de dinheiro, realmente essas pessoas não tem muitas alternativas, mais aquelas pessoas que podem planejar esse investimento, trabalhando, juntando uma grana, financiando, sei lá, existem alternativas sim.

Vejo muitas pessoas portando celulares que custam mais de mil reais e não tem dinheiro pra comprar livros???

Pode ser que as pessoas fiquem com receio de fazer o investimento e não ter certeza se vai ter retorno… Uma coisa eu posso falar com  propriedade, o valor que investi em livros, uns 5 mil reais, mas eu comprei quase toda a bibliografia de T.I que possui livros caros… Investimento que valeu cada centavo. Esse valor pode cair bastante se você comprar livros usados.

A cada página que eu lia, sabia que valia “dinheiro” suado, fruto do meu trabalho de anos de dedicação e que eu não poderia enfraquecer nos estudos… Acabou que isso ampliou minha responsabilidade com os estudos…

Uma das felicidades mais marcantes no meu período de preparação era quando chegavam os livros que eu comprava pela internet…..rsrsrs. Eu parecia uma criança no natal abrindo presente, as caixas com os livros… rsrsrssr Muito bom!!!

A  T  E  N  Ç  à O !!!

Estou revelando qual foi minha fórmula de aprovação, isso não quer dizer que você não possa fazer diferente, minha intenção é “informar” como foi minha preparação, se você visualizar aqui alguma coisa que lhe ajude, então, aí já valeu ter escrito pra você.

Então, resumindo a resposta  para a pergunta “Quanto gastar com livros?”, na verdade não é quanto gastar, a palavra mais adequada para a pergunta é “INVESTIR”, “quanto investir?”.

Por isso, não gaste! INVISTA….invista o máximo que você conseguir para ter todos os livros que você puder. É um investimento melhor que aquele videogame, aquela TV de plasma ou aquele celular da hora que você talvez queira comprar.

Não tenho grana, existem alternativas?

Se você não tiver essa grana pra fazer esse investimento agora, então, seu projeto começa um pouco antes, inicie seu projeto para através do seu trabalho fazer uma reserva de dinheiro. Ou,  consiga os livros emprestados, junte-se a amigos que queiram fazer a EsFCEx e comprem vários livros e façam revezamentos de utilização deles… invente uma alternativa, ela existe, mexa-se.

Vale a pena gastar dinheiro comprando todos os livros exigidos quando podemos investir?

Sim, vale.

Como poderei saber se estou no caminho certo?

Essa é uma das partes mais importantes da preparação. Não adianta você dedicar tanta energia em horas e horas de estudos e não avaliar se efetivamente está evoluindo.

Por isso, compile provas anteriores de concursos e se inscreva em concursos parecidos com o que você está se preparando, então avalie suas performances, isso é muito importante para você encontrar os pontos fracos e dedicar mais atenção aos pontos que você tem que melhorar. Se seu objetivo é a EsFCEx, então nada de fazer aqueles concursos onde você terá que estudar para DIREITO, direito disso…direito daquilo…(pra quem é de informática) isso irá desviar sua atenção da prova, não entre nessa furada.

Na fase de “Monitoramento e controle” falaremos mais sobre como monitorar efetivamente o andamento dos estudos…

Quais são os materiais complementares aos livros(vídeos, sites)?

Nos menus ao lado, que estarão categorizados por matéria, adicionarei links para sites e vídeos interessante, não deixe de dar uma passada neles.

Faço curso presencial ou estudo sozinho mesmo?

Invista em um curso presencial sim, mas faça isso apenas para as disciplinas que você tem muita dificuldade. Eu mesmo, fiz apenas um curso de português para me dar o embalo que precisava, mas isso varia de pessoa para pessoa, se você é daquelas que não consegue de jeito nenhum estudar sem ajuda dos outros, então, não adianta, você vai ter que gastar dinheiro fazendo um cursinho… Existem alguns preparatórios que são conhecidos por aprovarem bastante, por exemplo tem o CEAV e CPREM. Eu, particularmente, não gostei das apostilas que comprei do CPREM. Comprei porque como estava na ânsia de  coletar materiais baseado no que os outros falavam como bons. Como comprei essas apostilas depois de ter estudado quase toda a bibliografia pelos livros e estava confiante que estava preparado, isso talvez tenha me condicionado a achar que o material necessitava de ajustes, pois, vi alguns erros no material e alguns assuntos eram de qualidade muito inferior ,tecnicamente falando.. Na apostila de informática, qualquer candidato que esteja estudando de verdade consegue achar as falhas….. O “CPREM” colocou meu nome no site deles, mesmo eu não tendo estudado pelo material deles, então, solicitei para retirassem meu nome de lá. Não acho justo colocarem meu nome lá se esse material não me ajudou.

A  T  E  N  Ç  à O :

Não estou querendo fazendo propaganda negativa não, muitos candidatos aprovados no ano passado e nos anos anteriores comprovadamente relataram na comunidade “Rumo a EsAEX” que estudaram apenas com as apostilas do CPREM e lograram êxito. Em resumo, você pode comprar as apostilas e adorá-las….cada um possui um nível de exigência diferente.

É como eu falei, optei por estudar pelos livros e como, pelos livros, a abrangência de conteúdo é bem maior, isso pode ter me condicionado a não gostar do material.

Não tenho muito tempo para estudar por conta do trabalho e faculdade, o que faço?

Procure se motivar, a motivação é a chave para o sucesso. Se você tem pouco tempo, motive-se para ficar até tarde da noite para estudar e ainda acordar cedo. Não tem outra alternativa. E a motivação é pessoal, é você mesmo q deve descobrir o que te motiva! Pense em você recebendo a notícia da aprovação, visualize esse dia, visualize sua família recebendo a notícia, você comemorando a vitória a lado da pessoa amada, com seus filhos, enfim… visualize o salário! rsrsrs

No meu primeiro ciclo de estudos, em 2009, eu tinha que estudar com o tempo limitado também. Chegava da faculdade as 23h e estudava até aproximadamente às 2:30 e 3h. Sábados e domingos: dedicação exclusiva. Domingo à noite, cinema com a minha noiva e, pedido de compreensão para os demais momentos de “ausência, diversão, compromisso social, etc”. A namorada, noiva ou esposa precisa apoiar essa fase!

No 2º ciclo de estudos, 2010, eu saí do trabalho pra me dedicar exclusivamente ao projeto de aprovação na EsFCEx. De abril a setembro  de 2010 foi um período de muita dedicação na disciplina de conhecimento específico, informática. Desde o início do projeto, sabia que teria minhas chances ampliadas se me dedicasse exclusivamente a esse projeto. Juntei recursos pra me manter até o final do ano, pedi demissão da empresa onde estava e, no final, deu tudo certo.

Como eu faço para não perder tempo precioso de estudo?

Na próxima fase “PLANEJAMENTO” falaremos sobre isso…. Só retorno a escrever depois das festas de final de ano.

Então, até lá!

Emanuel Peixoto

* Militar do Exército Brasileiro (QCO/Informática/2011)
* Formado em Sistemas de Informação.
* Instrutor de Informática do Concursando Militar
* Criador do blog “Rumo à EsFCEx”
* Analista de TI do Comando da 7ª Região Militar/Recife-PE
* Profissional com mais de 15 anos de experiência na área de TI, atuando como Engenheiro de Sistemas e DBA.
* Microsoft Certified – MCDBA | MCSE | MCSA | MCITP | MCTS
* IBM Certified Developer – Cognos 8 BI Data Warehouses
* ITIL® V2 e V3
* Green IT Citizen
* ISO/IEC 27002

http://www.mycertprofile.com/Profile/1915602619
http://www.mycertprofile.com/Profile/1915602619

Facebook Twitter LinkedIn Google+ YouTube 

220 opiniões sobre “INICIAÇÃO”

    Apenas colaboradores que estejam logados podem acessar os comentários!