Avaliações

Olá pessoal, vou tentar explicar de forma breve quais avaliações já ocorreram no primeiro semestre deste ano.

O curso é formado por 5 avaliações + 2 TAFs(Teste de Aptidão Física). No primeiro semestre ocorreram 3 avaliações( prova de armamento, munição e tiro I(Fuzil), Instruções Gerais I, Prova de armamento, munição e tiro II(Pistola) + 1 TAF.

 ARMAMENTO, MUNIÇÃO E TIRO I (FUZIL)

A primera avaliação que ocorreu foi a de armamento, munição e tiro I(Fuzil) no dia 18 de maio.

Antes disso, durante várias semanas, houve diversas instruções para introduzir os conhecimentos teóricos, bem como, aplicação dos conhecimentos teóricos realizando desmontagens/montagens, manutenções e prática de tiro real.

A prova de fuzil é composta por 3 partes: Teórica, manejo e prática de tiro.

A parte teórica da prova exige do aluno o conhecimento das nomenclaturas das peças, características e funcionamento interno do fuzil e, para atingir uma boa nota, o aluno tem que “papirar” bastante o manual de Fuzil.

O manejo do fuzil avalia a habilidade do aluno em realizar desmontagem, manutenção, montagem e resolução de incidentes com o armamento. A dica é treinar bastante nos tempos destinados a treinamentos de montagem/desmontagem e também prestar atenção nos compamheiros que aprenderam técnicas e macetes. Essa parte da prova tem tempo curto para a realização dos procedimentos, por exemplo: para desmontar o fuzil e dispor as peças sobre a mesa tinha que ser realizada em 30 segundos e para montar, o tempo era de 1 minuto. Caso o tempo fosse estourado, quanto mais extrapolasse tempo do procedimento, mais pontos o aluno ia perdendo.

Já a última parte da prova avalia a habilidade do aluno em realizar o tiro real. O objetivo era agrupar os tiros em um alvo à distância de 25 metros. Para isso, são ensinadas técnicas para um bom tiro, os chamados “fundamentos de tiro”, como por exemplo, controlar a respiração, encontrar uma posição confortável, fazer a pontaria correta, etc….

>.

..

No geral não é tão complicado, existem muitas instruções, tempos destinados à prática de montagem/desmontagem do Fuzil, bem como, existe uma sessão de tiro real, que tem objetivo didático, antes da prova. O aluno nunca é cobrado sobre algo que não foi ensinado e praticado. Principalmente porque toda arma de fogo exige muito cuidado e procedimentos de segurança para evitar acidentes.


“De início, estava muito apreensiva, primeiramente por nunca ter visto uma arma de fogo, imagina então atirar! Sabia, no entanto, que havia toda uma segurança e tivemos muitas instruções teóricas antes de começarmos as aulas práticas. Atirar de fuzil assusta, pelo tamanho, barulho e principalmente pelo poder letal da arma. Todos sabem que qualquer descuido é fatal. Foi a arma que eu preferi atirar.

Atirar de pistola foi bom, apesar de eu não ter ido muito bem na prova prática. É uma arma menor, mas isso não quer dizer que não deve se cercar de cuidados. Por ser menor, os pontos de apoio foram reduzidos e sempre que eu atirava, o projetil ia para um ponto bem diferente daquele que eu tinha mirado”.

1º Ten Al Thalita – QCO Direito.

INSTRUÇÃO GERAL(IG) I

.A prova de Instrução Geral(IG) I foi a segunda avaliação que ocorreu no primeiro semestre. Ela é composta por diciplinas como Regulamento de continências( estudo de continências individuais e para a tropa, honras militares… ), Regulamento interno dos serviços gerais (regula os deveres e atribuições das funções militares) e  Organização e Emprego do Exército.

Está é uma prova bem difícil, a dica para os alunos do próximo ano é: estudem muito pra essa prova, pois ela é uma das provas-chave  na definição da classificação final do curso.

.

ARMAMENTO, MUNIÇÃO E TIRO II (PISTOLA)

A prova de armamento, munição e tiro II(Pistola), ocorreu no dia 7 de julho. Da mesma forma que o fuzil, a prova era dividida em 3 partes: teórica, manejo e prática de tiro.

.

.

“Achei que fosse me assustar, mas o pessoal de apoio passou confiança. O difícil é conciliar os fundamentos do tiro na hora, mas, com o tempo, isso vai acontecendo. Ao contrário do que muitos pensam, o fuzil não machuca…”.

1º Ten Al Paula – QCO Direito.

en Al Paula- QCO Direito.

TAF I

O primero “Teste de Aptidão Física” para o CFO 2011 ocorreu nos dias 28 e 29 de julho. E teve como objetivo gerar um “grau” de performance nas principais atividades físicas do militar, como: corrida, abdominal, flexão de braço e flexão na barra fixa. Este grau obtido pelo aluno, será convertido em notas e irá influenciar na classificação final do curso, por isso, é muito importante a preocupação do aluno em procurar desenvolver a melhora no seu condicionamento físico.

Agora no segundo semestre ocorrerão as provas de Instrução Geral II(Regulamentos do EB), Administração Militar e o 2º TAF. Concluídas essas avaliações, faltará apenas a avaliação dos Atributos da Área Afetiva, que são observações “comportamentais” dos alunos e essas observações irão conferir a cada aluno um grau que representa, nada mais nada menos, 10% da nota final do aluno. Esse quesito avalia fatores como: diciplina, dedicação, iniciativa e outros fatores construídos ao longo de todo o ano letivo.

MURAL DE FOTOS:

     

 
 

 
     
     
   
   
Emanuel Peixoto

* Militar do Exército Brasileiro (QCO/Informática/2011)
* Formado em Sistemas de Informação.
* Instrutor de Informática do Concursando Militar
* Criador do blog “Rumo à EsFCEx”
* Analista de TI do Comando da 7ª Região Militar/Recife-PE
* Profissional com mais de 15 anos de experiência na área de TI, atuando como Engenheiro de Sistemas e DBA.
* Microsoft Certified – MCDBA | MCSE | MCSA | MCITP | MCTS
* IBM Certified Developer – Cognos 8 BI Data Warehouses
* ITIL® V2 e V3
* Green IT Citizen
* ISO/IEC 27002

http://www.mycertprofile.com/Profile/1915602619
http://www.mycertprofile.com/Profile/1915602619

Facebook Twitter LinkedIn Google+ YouTube 

22 opiniões sobre “Avaliações”

    Apenas colaboradores que estejam logados podem acessar os comentários!